Friday, October 07, 2016

Rio para o mar


Dirigiu-se ao seu criado sempre mudo.Quis dizer-lhe umas verdades.Notou então que era também surdo e cego.Fechou os olhos .E tentou dormir mais uma noite com aquela angústia que a atormentava por dias a fio.Lembrou-se então.Que as lágrimas são rios da vida.Derreteu-se a chorar.Numa tentativa desesperada de logo desaguar no mar do esquecimento.