Monday, January 26, 2015

Viver plenamente!

 
Quero apenas cinco coisas...primeiro e o amor sem fim...
a segunda e ver o outono ...a terceira e o grave inverno.
Em quarto lugar o verão ...a quinta são teus olhos...
Nao quero dormir sem teu olhos.
Não quero ser...sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando
                                     Paulo Neruda











Ao contrário de Neruda ...nao abrirei mão da primavera.Porque contém flores primeiras que enriquecem muito mais o amor.Pensei em abandonar o inverno por trazer em sua essência a frieza de todas as outras estações .Ou mesmo o vento outonal que arrasta todas as vontades dos olhos dos que acreditam.Tentei eliminar o verão ...seu denso sol e seus infinitos matizes que ressecam as ilusões de um poeta.mas descobri maravilhada.Que para amar...não se pode abandonar nenhuma estação .Porque no amor há espaço para todas elas.o amor expande nossos corações ...para uma vida tão próxima da plenitude!!!

Friday, January 23, 2015

Longa espera


O tempo costumava passar lento quando ela o aguardava.Era uma espécie de deserto na alma.Um sol que castigava e danava o solo.Condenado.a a infertilidade. Dimensões tao desiguais essas dos sentimentos.Uns amam tanto e outros amam quase nada.Uns se entregam inteiramente na errada medida.No exagerado apego que arrasta para um lugar sombrio.Sufocava- se em lágrimas quando ele não vinha.Sua felicidade inteira cabia nas mãos daquele homem? Os seus melhores instantes pertenciam a ele.e aquela ausência doía muito mais quando anoitecia?Porque as noites despertavam fantasmas adormecidos....na claridade das aparências diárias.