Monday, January 26, 2015

Viver plenamente!

 
Quero apenas cinco coisas...primeiro e o amor sem fim...
a segunda e ver o outono ...a terceira e o grave inverno.
Em quarto lugar o verão ...a quinta são teus olhos...
Nao quero dormir sem teu olhos.
Não quero ser...sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando
                                     Paulo Neruda











Ao contrário de Neruda ...nao abrirei mão da primavera.Porque contém flores primeiras que enriquecem muito mais o amor.Pensei em abandonar o inverno por trazer em sua essência a frieza de todas as outras estações .Ou mesmo o vento outonal que arrasta todas as vontades dos olhos dos que acreditam.Tentei eliminar o verão ...seu denso sol e seus infinitos matizes que ressecam as ilusões de um poeta.mas descobri maravilhada.Que para amar...não se pode abandonar nenhuma estação .Porque no amor há espaço para todas elas.o amor expande nossos corações ...para uma vida tão próxima da plenitude!!!

10 comments:

Marcos Campos said...

É, vc tem razão, todas elas, com suas peculiaridades são mesmo necessárias !

Abraço !

Lia Noronha said...

Marcos obriga por sua palavras sempre tão preciosas por aqui.abracoss meus

Moacir Willmondes said...

Bonita procura pelas flores, Lia. Num chamado poético encantador.

Um abraço!

Lia Noronha said...

Maciel a busca sempre constante...de um caminho mais feliz!!! Abracosss meus

KBÇAPOETA said...

Verdade. tudo é importante para o amor.

POESIAS SENSUAIS E CONTOS said...

Um universo importante para a vida. parabéns..

O Árabe said...

Belo texto, Lia! Realmente, para sentirmos o amor em sua plenitude, precisamos experimentar todas as estações que ele nos traz. Boa semana!

Felipe Cruz said...

Muita linda sua reflexão. Senti flores germinando pelos arredores...

E o nome é "Pablo" Neruda. A não ser que tenha sido de propósito, enfim...

To adorando suas escritas.

Maria Laura said...

Uau! Adorei.

Maria Laura said...

Uau! Adorei.