Wednesday, September 12, 2012

Cara e coragem







Seguia seu instinto de caçador.Homem livre que saboreava a liberdade em cada gole da tal coragem.Coragem era porta escancarada pra enfrentar a briga que o destino travava com as aparências.
E o mundo assim rodava no sentido mais espontâneo que a vida permitia.E nessa ciranda rodavam seus sonhos de menino que queria um amor eterno.Que começou a contentar-se com lampejos de paixões.Urgentes como seus desejos.Mas seus bons sentimentos o adormeciam docemente. Grande abraço verdadeiro ainda desconhecia.A boca que o beijará um dia.A mulher que o marcará com a força da eternidade.