Sunday, April 17, 2011

Nova era


 Por quê se escondeu da vida nesse jogo confuso de quero sempre me sair bem de qualquer situação? Há lances onde perdemos mesmo e daí?Que mal há na derrota? Não se ganha sempre mesmo.Caça hoje o caçador mas no outro dia ele poderá ser caçado por ela.Enfrenta o final do tempo e renova teus pensamentos.Assim como o começo de uma nova era.

Andarilho







Colocou na balança e a dor pesou mais.Os tantos deliciosos momentos ficaram distantes.Bem perto do esquecimento.Tornou-se desde então um andarilho.Sem rumo sem endereço certo e com os sentimentos todos esmagados dentro do peito sangrando como ferida aberta,que só ele sentia e tentava estancar quando a noite caía e o silêncio e a escuridão o convidavam ao sofrimento.No dia seguinte rosto lavado.Olhava para os rostos das pessoas estranhas nas ruas .E cumpria o seu destino de peregrino do nada.Coração imune a qualquer verdade.Ilusão era palavra extinta do seu vocabulário.