Wednesday, July 21, 2010

Sobrevivência



Tanto fez que acabou por se despir dos sonhos.Jogou velhas fotografias fora e amparou-se numa espécie de ferramenta fundamental pra sobrevivência.Não queria mais  se atirar no vazio dos encontros solitários.Deveria cumprir a sentença:não contaminar-se por antigas recordações.Era uma pena imposta pela vida.De agora em diante buscaria uma nova forma de viver.Abraçando intensamente o que acontece hoje.

Sunday, July 11, 2010

Vida em guerra

É estranho ver a dor assim como um ferro que fere a quem nunca feriu.Por perpertuar-se bem junto aos inocentes ela clama por súplicas.Então supliquemos.Não há outro remédio senão engolir todo esse amargor da realidade.Pedaço por pedaço o corpo se desfaz.A vaidade não faz mais morada.E o que era doce vira amargo.
Prisão sem portas.A vida muitas vezes nos cobra decisões.Somos fracos ou fortes ? Guerreiros que lutam sem conhecer o inimigo.No escuro da incerteza: há de sobriver quem não queimou toda a sua munição.