Sunday, June 27, 2010

Conselho bom



Liberdade assim nem se fala.Porque se espalha sem rumo e depois não sabe voltar.Pode transformar-se em prisão.Eu era assim como você.Moço fino e trabalhador que esmerou-se no trabalho e desencantou-se com tudo.Mas encontrei um porto seguro que fez  romper com os muros.E hoje vivo sem direção.Ora pra um lado ora para outro.Mas ora veja ainda tenho sangue correndo nas veias.E profeticamente te digo.Não segue os meus passos mas pode repensar minhas palavras.Conselho quase sempre não se paga mas a dívida pode aumentar.Se meu conselho te bem servir sirva-se dele e recomece porque somente o recomeçar faz com que as historias desse mundão valham a pena de verdade.

Friday, June 18, 2010

Apenas lembranças




Por tanto tempo essa paisagem era a única referência que guardava.Um riacho correndo e adentrando pela floresta.E logo na frente havia um córrego que desaguava e um lugar qualquer.Parece mesmo coisa de mulherzinha que prefere as datas festivas,marca encontros na luz do luar somente para tentar guardar para sempre.Paisagens passam e acabam por fundirem-se com outros tantos pensamentos.Mas do instante fotografado lembro do cheiro.Marca que ninguém pode apagar do olfativo desejo de ser aquela que ficou.

Tuesday, June 01, 2010

Tempo e brilho

"É assim que imagino Deus, como um fino fio de nylon, invísivel, que procura minhas contas no fundo do mar e as devolve a mim como um colar"
Rubem Alves

Por que os retratos estão perdendo a nitidez e o brilho e mesmo assim ela pensa que dança como outrora?
Seu corpo não tem nem um oitavo da flexibilidade,mas rezaria mil terços para tê-lo novamente.Fluindo livre liberto do peso do tempo.Sua canção sempre tocava nas horas mais sensíveis do dia.Naqueles momentos quando todos dormiam e ela se encontrava perdida entre o espelho e o fechar dos seus olhos.E então ela trancava-se no quarto e tocava em seu piano a mesma música.Seus dedos deslizavam harmoniosamente pelas teclas.Verdades e mentiras viam-lhe nesses momentos raros de compaixão.O resto do dia ela procurava pensar no mundo que girava rapidamente a sua volta.Esquecendo a amarga realidade.Envelheceu muito mais do que as fotografias.Perdeu o brilho e a nitidez que cultivava em seus sonhos de menina.